Uso da Cannabis: quanto tempo a maconha fica no organismo?

Uma dúvida comum entre as pessoas que fazem uso da Cannabis é saber quanto tempo a maconha fica no organismo. Essa resposta não é simples porque depende de alguns fatores. 

Por isso, reunimos neste post as informações necessárias para que você possa entender como o organismo age com os efeitos da planta e fazer um uso da Cannabis mais consciente. 

Quanto tempo a maconha fica no organismo?

De modo geral, o uso da Cannabis pode ser detectado no corpo através de fluidos corporais por um período de um a 30 dias. Há testes, como o de cabelo, que podem detectar por vários meses, mas explicaremos melhor a seguir. 

Essa janela de detecção depende de vários fatores, como a quantidade ingerida, a forma (fumar, vaporizar ou ingerir), o tipo de Cannabis e a frequência em que você faz uso da substância. Quanto maior a dose e a frequência de uso, maior o tempo que a substância fica no organismo. 

Para aqueles que fazem uso da Cannabis diariamente, a substância pode ficar detectável no corpo por até 90 dias. Fatores como idade, gênero e índice de massa corporal não interferem na detecção da substância no organismo, mas podem interferir na capacidade de metabolização do corpo. 

Sabe a diferença entre descriminalizar e legalizar a maconha?

Como a Cannabis é metabolizada pelo organismo? 

Quando ingerimos maconha, o THC, um dos principais ativos da planta, entra no organismo e é absorvido pelo sangue e distribuído pelo sistema endocanabinoide. Nesse processo, um pouco do THC pode ficar em órgãos e tecidos gordurosos. 

O fígado metaboliza o THC e dá origem a mais de oitenta metabólitos diferentes. Os testes toxicológicos procuram esses metabólitos que são excretados pela urina ou pelas fezes. Alguns metabólitos possuem uma meia-vida de 20 horas, enquanto outros ficam armazenados nos tecidos e órgãos entre dez e treze dias. Por isso há variação de tempo dependendo de cada exame diferente. Mas vamos falar das peculiaridades de cada um a seguir. 

Legislação do uso medicinal da Cannabis

Uso da cannabis e testes toxicológicos

Teste de urina

Esse é o exame toxicológico mais comum e pode detectar o uso da cannabis em diferentes janelas de tempo, dependendo do padrão de uso da pessoa testada. Em usuários ocasionais, que ingerem até três vezes por semana, pode ser detectado em até três dias. 

Em usuários moderados, que usam até quatro vezes na semana, a substância pode ser detectada de cinco a sete dias. Já em usuários crônicos, que usam diariamente, de dez a quinze dias. Quando há uso pesado, diversas vezes no dia, é possível que o metabólito possa ser encontrado depois de mais de 30 dias. 

Exames de sangue

Quando fazemos uso da Cannabis, o THC atinge a corrente sanguínea segundos após a inalação e é distribuído pelos tecidos. Um pouco da maconha é reabsorvida no sangue e os metabólitos continuam nele por dias. 

Geralmente, a Cannabis é detectada em exames de sangue por um ou dois dias. Porém, se o testado for um usuário crônico, assim como no teste da urina, pode ter traços de maconha no sangue por até 25 dias. 

CBD e THC

Teste de saliva

No teste de saliva os resultados também podem variar de acordo com o padrão de uso da Cannabis. Para usuários ocasionais, é possível detectar de um a três dias após o último uso. Já para usuários crônicos, o tempo de detecção pode variar de um a 29 dias após o último uso. 

Em estados norte-americanos onde o uso da Cannabis é legal, o teste de saliva é usado no trânsito como uma espécie de bafômetro para detectar motoristas que estão dirigindo sob efeito da planta. 

Testagem de cabelos

Por fim, o teste que possui a maior janela de detecção do uso da Cannabis é a testagem de cabelos. Os folículos capilares podem indicar substâncias por até 90 dias. 

Com essas informações, esperamos que você entenda como o uso da Cannabis interfere no organismo e tenha uma ideia do tempo que o THC pode ficar no corpo, a partir dos seus hábitos canábicos. 

Para saber mais sobre Cannabis, assine a nossa newsletter!

Deixar uma resposta