Nutrientes no cultivo de Cannabis

Os nutrientes são parte essencial do cultivo de Cannabis.

Essencial para que as plantas cresçam saudáveis e desenvolvam flores ou botões com bom sabor e aroma. 

Nesse artigo vamos explicar os tipos de nutrientes e de fertilizantes e esclarecer as principais dúvidas para um cultivo forte e com boas flores. 

Tipos de nutrientes no cultivo de Cannabis

As plantas absorvem nutrientes do solo, do ar e da água. 

Ao regar, manter um bom ar dentro do seu espaço de cultivo e escolher um bom substrato, sua planta terá acesso aos elementos básicos: carbono (C), oxigênio (O) e hidrogênio (H). 

Há outros nutrientes necessários, que devem ser adicionados, através dos fertilizantes, para que sua planta cresça forte e saudável, te dando uma boa safra no final. 

Os principais, conhecidos como a sigla NPK, são: nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K). 

Há nutrientes secundários, também presentes nos fertilizantes, mas em menor quantidade, são eles: cálcio, magnésio, enxofre, manganês, boro, ferro, molibdênio, zinco e cobre. 

Cannabis medicinal: 8 mitos e verdades

Tipos de fertilizantes

Ao cultivar Cannabis, é essencial saber ler os rótulos dos fertilizantes para definir os nutrientes necessários para cada fase da sua planta – falaremos mais sobre isso adiante. 

A maioria dos rótulos tem três números que representam os nutrientes primários (NPK). 

Esses números representam a porcentagem de cada nutriente na solução. 

Então, um fertilizante NPK 4-15-13 possui 4% de nitrogênio, 15% de fósforo e 13% de potássio. 

Não há uma fórmula geral que dê certo para todas as plantas, nem uma proporção perfeita para a Cannabis. 

Mas tem alguns pontos que você deve se atentar na hora de escolher a quantidade de nutrientes e o fertilizante ideal: 

Fase da planta

A fase em que a planta está pede uma quantidade de nutrientes diferente, além de medida da dose e tabela de horários diferentes. 

Todas essas informações estão presentes na embalagem, mas é importante saber que a fase vegetativa pede por fertilizantes com alta porcentagem de nitrogênio (N) e menos fósforo (P) e potássio (K), como o NPK 9-5-8. 

O nitrogênio é responsável por regular a pro

Já a fase de floração pede menor porcentagem de nitrogênio (N) e mais fósforo (P) e potássio (K), como o NPK 5-9-9. 

Growshop: passo a passo para montar uma

Tipos de fertilizante

Os nutrientes para cultivo de Cannabis podem incluir nutrientes orgânicos, químicos ou sintéticos, ou uma mistura de ambos.  

Os fertilizantes naturais e orgânicos são produzidos naturalmente a partir de fontes minerais (calcário), dejetos animais (esterco, guano) ou substâncias de origem vegetal (composto, extrato de algas). 

Essas opções são mais ecológicas, mas podem demorar mais no solo para se transformar em elementos que a planta pode absorver. 

Já os fertilizantes químicos ou sintéticos, são feitos com as taxas precisas de NPK para cada estágio, sendo uma ótima opção para cultivadores iniciantes, que ainda não conseguem diagnosticar as necessidades da planta. 

Eles estão disponíveis quase que imediatamente para as plantas absorverem e crescerem de forma rápida e saudável. 

O lado negativo é que podem causar estresse ou queimadura quando usados em muita quantidade, por isso deve-se sempre seguir as instruções e começar com uma dosagem baixa e ir aumentando gradativamente. 

5 utilidades do cânhamo que você talvez não conheça

Como adicionar nutrientes às plantas?

Ao começar a dar nutrientes para suas plantas, esperem até que duas ou três folhas tenham nascido, ou uma semana após a germinação. 

Alguns fertilizantes devem ser aplicados com cada rega, outras marcas aconselham a aplicação apenas uma vez por semana ou até uma vez por mês. 

Quanto ao modo, alguns fertilizantes são concebidos para serem aplicados a cada rega, outros produtos devem ser aplicados uma vez por semana com irrigação e no resto da semana recebem apenas água. 

Lembre-se que, para mudas, as doses devem ser menores, por isso leia as instruções e defina lembretes para não esquecer dos nutrientes na rega! 

Quer saber mais? 

Confira mais sobre a rega de maconha e o que é necessário para manter sua planta hidratada aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *