Piteira de vidro: dicas de como usar

A piteira de vidro é uma excelente aliada na redução de danos do fumo, deixando seu cigarro ou beck mais firme e a fumaça mais fria. 

Além disso, ela pode ser reutilizada diversas vezes, como um bong, sendo uma opção mais barata a longo prazo e mais sustentável. 

Confira todos os benefícios da piteira de vidro, como usá-la e como higienizá-la após o uso. 

Benefícios da piteira de vidro

O principal benefício da piteira de vidro é a redução de danos ao fumar. 

Quando fumamos, o processo de combustão libera várias substâncias nocivas à boca, vias respiratórias e pulmão. 

Esse tipo de piteira minimiza esses efeitos, já que ela filtra as substâncias tóxicas que saem da fumaça, ao mesmo tempo que esfria sua temperatura. 

Além disso, a piteira de vidro também é uma peça auxiliar na hora de enrolar um beck ou um cigarro pois garante melhor firmeza na sua estrutura e reduz o desperdício ao evitar que o fumo ou as ervas escapem. 

Outro benefício é que ela é reutilizável, o que gera bastante economia a longo prazo, e não deixa gosto na hora de fumar, como a de madeira. 

Sendo assim, a piteira de vidro é a alternativa ideal para as piteiras de papel ou de madeira. 

Você pode comprar uma piteira de vidro em qualquer headshop

Conselho Federal de Medicina muda resolução sobre uso de canabidiol para tratamentos médicos

Como usar piteira de vidro

Antes de tudo, é preciso escolher o modelo de piteira que mais te agrada. 

As piteiras longas possuem maior eficácia na hora de resfriar a fumaça e bloquear as toxinas, por isso essas são mais recomendadas. 

Já as piteiras curtas, apesar de reterem menos toxinas, são mais rápidas e fáceis de enrolar. 

O processo para enrolar seu beck ou cigarro com a piteira de vidro é o mesmo que o de uma piteira normal. 

Como uma imagem vale mais que mil palavras, separamos um vídeo para você conferir o processo

Como limpar a piteira de vidro

O que resta na piteira depois do fumo é uma resina repleta de toxinas acumuladas pela queima da erva. 

Fumar com piteiras sujas, além de alterar o sabor, também é prejudicial à saúde. 

As resinas que ficam têm substâncias tóxicas que causam mudanças na mucosa dos brônquios, desencadeando doenças pulmonares como tosse crônica, chiado, infecções e secreções.

Por isso, é essencial limpar a piteira de vidro depois de cada uso. 

Vamos ao passo a passo: 

Tirar o excesso de cinzas

O primeiro passo para limpar sua piteira é tirar essa erva queimada que fica na ponta, principalmente quando é uma piteira longa. 

Para isso, empurre-a com o êmbolo, colocando em um cinzeiro. 

Preparar uma solução caseira

Os produtos que limpam vidro são: acetona, álcool isopropílico, vinagre, bicarbonato de sódio, sal ou uma solução limpadora própria. 

Escolha uma delas e dilua com água, em uma proporção de 1 para 3 de água. 

Atenção: Não misture as substâncias e não acenda novamente antes de enxaguar e secar muito bem! 

Deixar de molho

Depois de pronta, deixe a piteira de molho por 30 minutos nessa solução caseira, agitando o recipiente algumas vezes para limpar melhor. 

Aqui, escolha recipientes de plástico, silicone ou sacolas ziplock para não danificar a piteira de vidro na hora de chacoalhar. 

Usar água morna pode acelerar esse processo ou ajudar quando as piteiras estiverem muito sujas. 

Headshop: Passo a passo para montar a sua

Higienizar com escova própria

Depois de ficar de molho, a sujeira fica bem mais fácil de ser removida. 

Então, é hora de usar uma escova própria para limpeza. 

Ela parece uma escova de limpeza de mamadeiras ou canudos, mas em menor escala. 

Depois de empurrar os resíduos restantes para fora, enxágue a piteira com água corrente. 

Deixar secar naturalmente

Por fim, deixe a piteira em uma superfície plana para secar naturalmente. 

O uso de cotonetes ou flanelas não é recomendado, pois soltam pêlos e fibras que ficam no vidro e podem queimar junto com a erva na próxima vez. 

Gostou das dicas? 

Confira mais conteúdo canábico em nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *