Como plantar maconha em casa: o guia completo

A legalização da maconha já é uma realidade em muitos países, como Uruguai, Canadá e alguns estados dos Estados Unidos. Com a mudança na legislação e a possibilidade de cultivo, principalmente para o uso medicinal, surgem dúvidas sobre como plantar maconha em casa. 

Pensando nisso, fizemos esse guia para reunir as principais informações que você precisa saber para plantar maconha em casa, o ciclo de vida da cannabis e seus processos de germinação, cultivo, floração, colheita, secagem e armazenamento. 

Ciclo de vida da cannabis

Na natureza, a cannabis germina, floresce e morre no período de um ano, sendo cada estação responsável por um processo. 

  • Primavera: as sementes germinam;
  • Verão: estágio vegetativo em que a planta cresce;
  • Outono: com os dias mais curtos, a cannabis do sexo feminino produz flores, enquanto o macho produz pólen;
  • Inverno: período em que a planta morre e o ciclo recomeça na primavera. 

Essas condições podem ser controladas por quem planta maconha em casa. É possível “imitar” o clima e as características de cada estação artificialmente a partir de alguns recursos, como a quantidade de luz e a temperatura. 

Plantar maconha em casa é mais rápido do que cultivar ao ar livre, o tempo médio é de quatro meses de cultivo. Com sementes autoflorescentes, esse tempo pode cair para dois meses e meio, e ao ar livre, sobre para sete meses ou mais. 

Lembrando que, quanto mais rápido é o cultivo, menor a colheita, devido ao curto tempo para o pé de maconha crescer e produzir flores, objetivo do cultivo. Já falamos sobre cinco maneiras de plantar maconha em casa e como escolher a sua aqui. 

Mercado canábico medicinal

Como plantar maconha em casa

Germinação

O primeiro passo para plantar maconha em casa é a germinação. O método mais comum é germinar a semente em papel toalha umedecido. Coloque a semente entre duas folhas de papel molhado, sem encharcar, e mantenha úmido em local quente. 

O ideal é colocar em um prato, deixando em um local quente como no sol ou atrás da geladeira. Verifique a cada 12h se a germinação ocorreu, geralmente acontece entre dois e três dias. 

Sementes velhas e secas podem demorar mais. Para conseguir um melhor resultado, coloque-as dentro de um copo com água por alguns dias, até a casa amolecer e depois faça a germinação no papel toalha. 

Cultivo

Para plantar sua semente enraizada, coloque-a com a raiz voltada para baixo em um buraco de cerca de 0,5 a 1,5 cm de profundidade, com muito cuidado para não danificá-la. 

Aguarde 2 a 7 dias até que a plantinha surja do meio de cultivo. Mesmo utilizando as melhores práticas e sementes, algumas podem não sobreviver. Isso é normal e faz parte do processo de plantar maconha em casa. 

A vida da planta é muito frágil, então é preciso ser muito cuidadoso, principalmente nas primeiras semanas. As mudas não suportam luzes muito potentes, nutrientes em excesso e meio de cultivo encharcado. 

rolê-cannabis-kunk

Floração

O estágio de floração deve ser feito quando o pé de maconha atingir a metade do tamanho final desejado. Para induzir a floração, deve-se mudar o fotoperíodo para 12 horas de luz e 12h de escuridão, o que estimula dias mais curtos com o fim do verão. 

Entre uma e três semanas após entrar no estágio de floração, o pé de maconha irá crescer muito rapidamente, também conhecido como estiramento da floração. Nessa etapa, a maconha está mais sensível e erros podem diminuir a sua colheita. 

Colheita

A parte da colheita é uma das mais desafiadoras para quem quer plantar maconha em casa. O erro mais comum entre os iniciantes é colher muito cedo. É possível obter a informação do tempo ideal de colheita da sua semente com o fornecedor. Mas no geral, funcionam assim: 

  • Índica: 8 semanas após o início da floração;
  • Sativa: 10 semanas após o início da floração;
  • Autoflorescente: 8 semanas após a semente brotar. 

Mas o dia da colheita também depende do efeito que você deseja. Flores colhidas antes do fim da janela de colheita possuem mais THC, com efeitos mais eufóricos e psicoativos. Já as flores colhidas mais para o final da janela resultam em efeitos mais relaxantes e sedativos, com menos efeitos psicoativos, já que a molécula de THC é quebrada em moléculas de CBN. 

Secagem e armazenamento

A última etapa do processo de plantar maconha em casa é a secagem e envelhecimento (ou cura) da maconha. Ela permite que as moléculas de clorofila se degradem, eliminando a fumaça, gosto e cheiro de mato ao fumar. Além de impedir o crescimento de fungos e bactérias, a secagem também aumenta a potência, sabor e cheiros característicos da planta. 

Para realizar a secagem, escolha um local escuro com temperatura ambiente. A ventilação é importante para impedir o crescimento de fungos, mas não deve ser diretamente nas plantas. 

Utilize cabides de roupas para pendurar os galhos de forma mais fácil, ou um varal. Pendure os galhos separadamente de ponta cabeça, deixando espaço para que o ar circule livremente entre elas, permitindo uma secagem mais uniforme. 

mercado canábico

O processo dura de cinco a dez dias e termina quando a parte externa das flores está seca e os galhos pequenos quebram ao serem curvados. Não utilize métodos rápidos como microondas e forno, pois sua maconha ficará com um gosto horrível. 

Depois desse processo, o ideal é armazenar sua maconha em potes de vidro com tampa, abrindo os potes pelo menos duas vezes ao dia para trocar o ar e evitar mofo. A cura completa pode levar duas ou mais semanas. Experimente as amostras durante este processo para saber o ponto ideal para seu gosto.
Assista a nossa playlist “Da semente a colheita” no YouTube, com diversos vídeos mostrando o passo a passo de como plantar maconha em casa e tirando as principais dúvidas.

Deixar uma resposta